Todos os anos, a diretoria da Assembléia Paraense elege sua Mãe do Ano. Em 2015, a escolha não poderia ter sido mais acertada que não o nome de Mariinha Chaves, uma das mais antigas e atuantes associadas do clube centenário.

Filha de Arthur Pires Teixeira, um dos sócios fundadores da AP, desde cedo Mariinha começou a frequentar os eventos do Clube e chegou até a mostrar seu talento com a costura, ao fazer fantasias das candidatas da Assembléia para o concurso Rainha das Rainhas. E foi também na Assembléia que ela conheceu o amor de sua vida, Waldemar Lins Chaves, com quem teve os quatro filhos: Nelson Luiz, Luiz Carlos e os gêmeos Murillo e Mônica, seus maiores motivos de orgulho.

E é o clube quem continua a lhe proporcionar bons momentos. Frequentadora ativa da programação do Cabeça Prata, não perde as palestras e os encontros e sempre que tem Chá das Cinco, ela desmarca todos os compromissos para encontrar as amigas de longa data e aproveitar para conhecer gente nova, uma das características mais marcantes da Mãe do Ano. “Eu que sou a responsável do meu grupo por guardar a nossa mesa no evento, por isso chego bem cedo, para pegar lugar”, comenta.

Discreta em suas atitudes, ela também ainda dedica parte de seu tempo a cuidar de quem necessita de atenção e uma palavra amiga, durante suas visitas semanais ao leprosário do Estado, localizado em Marituba.